Início Liga Simões: “Diz-se porque fica bonito, mas não vale a pena vender banha...

Simões: “Diz-se porque fica bonito, mas não vale a pena vender banha da cobra”

0
0
COMPARTILHE

Luís Filipe Vieira tem feito um trabalho que se vai enraizando no futebol português, com a sustentação do projeto Benfica. O que começou por ser uma ideia sonhadora é agora um projeto mais consolidado e, acima de tudo, vencedor.

A aposta na formação, nos mais jovens e no jogador português, está a dar resultados, mas nem por isso Vieira se tornou um presidente completamente consensual.

Entre muitas polémicas, o presidente do Benfica não escapa a algumas críticas, como aconteceu agora, pela voz de uma antiga glória do futebol encarnado. Em declarações à Rádio Renascença, António Simões não poupou nas críticas a Luís Filipe Vieira.

Sobre a luta pelo título, Simões coloca os campeões nacionais como principais favoritos à revalidação do troféu. “É o mais sério candidato ao título, não apenas por aquilo que se viu, mas tendo em conta o plantel e o modelo de jogo visivelmente consolidado”, revelou o antigo jogador das águias.

Diferente é a sua opinião sobre a Liga dos Campeões e esse “projeto europeu” que Luís Filipe Vieira vai prometendo aos adeptos, já há alguns anos. Sobre isso, Simões, que foi campeão europeu em 1962, não tem dúvidas que não passa de uma ilusão “irrealista” de Vieira.

“A história obriga a fazer melhor, mas não está no meu espírito imaginar um Benfica campeão europeu. O tempo mudou, completamente. É irrealista. É muito bonito dizer isso, os sócios adoram ouvir isso, mas é irrealista.

Trabalha-se bem no Seixal, dali saem muitos jogadores, mas para competir com os outros que, para além de terem as suas escolas de formação, têm capacidade financeira de ir buscar os melhores, não vale a pena pensar nisso. Diz-se porque fica bonito, mas não vale a pena vender banha da cobra”, concluiu António Simões.

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here