Início Mercado Renato Sanches muito perto do regresso, mas…

Renato Sanches muito perto do regresso, mas…

0
0
COMPARTILHE

Depois de uma temporada complicada no Swansea, Renato Sanches parece ter reencontrado de novo o caminho do sucesso. Conseguiu conquistar mais espaço no Bayern de Munique (11 jogos) e tornou-se presença assídua na convocatória de Fernando Santos, depois de ter sido excluído dos 23 que foram ao Mundial-2018.

Carlos Carvalhal treinou Renato Sanches no Swansea e reconheceu as dificuldades na adaptação, chegando mesmo a revelar que o internacional português esteve perto de regressar ao Benfica.

«Alguém me disse que o Renato tinha a possibilidade de regressar ao Benfica e é a melhor coisa para a carreira dele. Tem um talento enorme, mas parou de aprender desde que deixou o Benfica», explicou em conversa com o Guardian.

Já Hélder Cristóvão, treinador de Renato Sanches na equipa B do Benfica, criticou a escolha no empréstimo do Bayern, algo que acabou por ser determinante no mau desempenho de Renato Sanches.

«O Bayern de Munique quis afastá-lo de todos os problemas, mas acabou por o mandar para uma liga nova e um país diferente, onde a adaptação é complicada e o Renato começou a ter dúvidas sobre o talento. Ele precisa de carinho, de sentir que faz parte de algo e que as pessoas estão lá para o apoiar. Alguém que o critique de forma construtiva e que saiba falar com ele. Foi isso que o Niko Kovac fez», explicou o treinador português.

Não foi memorável a passagem de Renato Sanches pela Premier League. O jogador do Bayern Munique, de 21 anos, esteve na época passada emprestado pelos bávaros ao Swansea, mas as suas atuações não convenceram ninguém. Depois, vieram as lesões e Renato passou a ser encarado como mais um, que em breve seria devolvido ao clube alemão.

Só que agora, depois das exibições que tem protagonizado no Bayern Munique, sob a liderança de Nico Kavac, os ingleses já se questionam como pôde o jogador mudar tanto num espaço de 10 meses. Uma reportagem do jornal ‘The Guardian’ constata que o português parece estar rejuvenescido, não só desportiva como animicamente.

“O Renato precisa de ser acarinhado”, conta àquele jornal Hélder Cristóvão, o antigo defesa central que trabalhou com Renato Sanches no Benfica. “Ele precisa de sentir que faz parte de algo e que tem alguém a apoiá-lo. Tem muita confiança, mas precisa de um ambiente positivo em torno dele e com o novo treinador do Bayern Munique ele sentiu isso desde o primeiro dia. O Nico Kovac disse que contava com o Renato e que queria que ele ficasse na equipa.”

Paul Clement tinha trabalhado com Carlo Ancelotti no Bayern Munique e era o treinador do Swansea (foi posteriormente rendido por Carvalhal no cargo) quando foi acordado o empréstimo do português ao clube da Premier League, depois de uma época que também não fora proveitosa na Bundesliga. “Ele está mais afetado do que nós esperávamos”, disse então. Hélder conta que nessa fase Renato “começou a duvidar de si próprio”.

Renato falhava passes e não escondia o desespero. Hélder conta que o Bayern queria protegê-lo, mas acabou por expô-lo ainda mais quando o mandou para outro país e para outro campeonato.

Até que chegou Nico Kovac, o treinador que rejuvenesceu Renato Sanches. O português vai paulatinamente conquistando o seu espaço no plantel do campeão alemão, ganha confiança e até já regressou à seleção.

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here