Início Liga O melhor Samaris de sempre? O grego responde…

O melhor Samaris de sempre? O grego responde…

0
0
COMPARTILHE

Andreas Samaris não esconde que tudo lhe está a correr bem desde que voltou a ser utilizado com regularidade no Benfica. «Não sei se é o melhor Samaris, mas, com mais jogos, o entrosamento é totalmente diferente. Estou muito contente por ajudar a equipa e o mais importante é o Benfica ganhar», disse o internacional grego na habitual flash interview.

Sobre a vitória sobre o Eintracht Frankfurt, Samaris referiu: «Ficamos com vantagem de dois golos, mas só acabou a primeira parte da eliminatória. Vamos primeiro pensar no jogo do campeonato e depois na viagem à Alemanha.»

Palavras ainda sobre João Félix, que fez três golos na partida. «É bom ver cada miúdo que vem da formação do Benfica realizar os seus sonhos. É bom para o João Félix e será um caminho a seguir por outros», destacou.

Já em Março tinha surpreendido com as suas declarações na deslocação a Moreira de Cónegos, depois da vitória por 4-0, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, da 26.ª jornada da Primeira Liga.

“Fizemos um bom jogo, um daqueles jogos que queríamos fazer. Os jogadores estão a desfrutar, conseguimos passar as ideias para o campo, conseguimos a vitória, saímos daqui felizes.”

[É diferente jogar antes ou depois do FC Porto?] “Acho que não. Da nossa parte sabemos qual é o intervalo que temos. Não temos tempo para nos lamentarmos. Reagimos bem aos 120 minutos de quinta-feira. Mostrámos que somos profissionais. Agora vem aí a pausa para as seleções. Alguns vão descansar, outros vão para as suas equipas. Mas vamos em primeiro lugar.”

O Benfica venceu o Eintracht por 4-2 e está mais perto das meias-finais da Liga Europa. Os encarnados partem em vantagem para a Alemanha graças a uma noite de sonho de João Félix, que apontou um hat-trick à formação alemã e ainda assistiu para o golo de Rúben Dias. Félix é, assim, o jogador mais jovem a marcar um hat-trick na Liga Europa.

O jovem avançado abriu o marcador para o Benfica ao minuto 21, fruto de uma grande penalidade que valeu vermelho direto a N’Dicka. Com os alemães já reduzidos a dez jogadores, João Félix ampliou a vantagem do Benfica em cima do intervalo, antes de Rúben Dias fazer o terceiro para as águias ao minuto 50.

Félix, aos 54, apontou o quarto golo do Benfica, mas Gonçalo Paciência deixou os alemães vivos na eliminatória ao sair do banco para reduzir, de cabeça, ao minuto 72. A segunda mão joga-se a 18 de abril, em Frankfurt.

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here