Início Liga Mudança de emblema em equação no Benfica

Mudança de emblema em equação no Benfica

0
0
COMPARTILHE

Segundo o jornal Record, os responsáveis encarnados informaram os 18 sócios que está em aberto a possibilidade de serem feitas alterações no emblema do Benfica tendo sido revelada ainda a existência de três alternativas.

Uma medida que poderá vir a ser polémica entre sócios e adeptos do Benfica. Recorde-se que o emblema do Benfica foi ajustado em 1999, com a águia a deixar de estar a agarrar a divisa ‘E Pluribus unum’ e passou a estar em cima da roda de ciclismo, uma medida que nunca gerou consensos entre a ‘família’ benfiquista.

Outros assuntos abordados na reunião citada acima:

O Estádio da Luz irá ser alvo de obras de modernização, centradas na iluminação (direção quer luzes LED mais eficientes e ecológicas) e reforço da rede dos telemóveis em dias de jogo. Procura-se ainda melhorar o acesso à Internet no recinto.

Negociações do naming: Luís Filipe Vieira informou que decorrem de momento negociações pelo naming do estádio, à imagem do que havia afirmado em maio o administrador Domingos Soares Oliveira.

Eusébio Cup: O presidente do Benfica explicou que o calendário apertado dificulta a realização da prova, tendo em conta que os encarnados participam na International Champions Cup, com três partidas nos EUA.

Jesus, Lage e Mourinho: Luís Filipe Vieira assegurou aos sócios que Jorge Jesus não voltará a ser treinador do Benfica durante a atual presidência, não tendo o técnico sido opção para suceder a Rui Vitória. De resto, Vieira confirmou que José Mourinho era a prioridade, tendo Bruno Lage surgido como alternativa quando o Special One rejeitou o convite.

José Gomes: O presidente do Benfica indicou que o Barcelona fez uma oferta de 15 milhões de euros pelo jovem avançado, que foi rejeitada pelo clube da Luz.

Pedro Neto: Segundo Luís Filipe Vieira, a contratação de Pedro Neto, extremo português da Lazio, não é prioritária, embora possa acontecer.

Rúben Dias: Os responsáveis do Benfica revelaram que Jorge Mendes comprometeu-se a não propor o central a outros clubes, já que o clube da Luz pretende manter o jogador no plantel. Foi ainda confirmada a intenção de subir a cláusula do defesa para os 88 milhões de euros.

Raúl de Tomás: Luís Filipe Vieira explicou que o valor pago por Raúl de Tomás (20 milhões de euros) foi inflacionado pelo facto de as relações do Benfica com o Real Madrid terem ficado deterioradas devido à transferência de Garay para o Zenit, em 2014.

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here