Início Liga Craque do Benfica a caminho de Inglaterra

Craque do Benfica a caminho de Inglaterra

0
0
COMPARTILHE

O Leeds United está interessado em contar com os serviços do extremo Chris Willock, segundo noticiou ontem o portal Leeds Live. O emblema que está no terceiro lugar do segundo escalão inglês e a lutar pela subida à Premier League enviou um olheiro a Portugal para, no último sábado, assistir à partida do Benfica B em Penafiel. O futebolista inglês, de 20 anos, foi titular, mas não conseguiu evitar a segunda derrota consecutiva dos bês (1-0).

O técnico do Leeds, Marcelo Bielsa, já vincou que gostava de contar com reforços na reabertura de mercado, em janeiro, e Willock, que Luís Filipe Vieira quer ver na equipa principal em 2019/20, pode ser uma opção, isto depois de já ter alinhado em 10 ocasiões pelo Benfica B nesta temporada.

Chris Willock transformou a profunda desilusão provocada por ter sido informado, antes do estágio de pré-época em Inglaterra, de que não faria parte do plantel principal em força para provar que tem valor e pode triunfar no Benfica.

O extremo inglês de 20 anos tem sido uma das figuras da equipa B dos encarnados no início da temporada, somando boas exibições e golos (2) nos primeiros quatro jogos, e está convencido de que fez em bem em recusar ofertas de Inglaterra, Holanda, Bélgica, Alemanha e França.

Huddersfield, Bournemouth e Watford, da Premier League, Club Brugge (Bélgica) e PSV Eindhoven (Holanda) foram alguns dos clubes que manifestaram interesse em contratar Willock, em agosto, por empréstimo. O extremo inglês, porém, não chegou a considerar, verdadeiramente, essas opções, por entender que a saída seria um sinal de que tinha feito uma má opção quando assinou pelo Benfica depois de acabar contrato com o Arsenal e rejeitado ofertas de Man. City ou Tottenham

FUTEBOL – O jogador do Benfica, Willock , durante o treino do Benfica no Centro de Estagio Jose Mourinho em Troia, Setubal. Quinta 12 de Julho de 2018. (ASF/CARLA CARRICO)

Willock foi informado por Rui Vitória de que não fazia parte dos planos para a primeira equipa. O treinador sugeriu que o extremo continuasse na equipa para jogar com regularidade.

Willock partilhou, na altura, a frustração com as pessoas mais próximas, mas foi também informado de que o Benfica não iria abrir mão dele por empréstimo e não admitiria a partida sem um valor elevado numa transferência definitiva.

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here